sábado, 29 de março de 2008

RTP sem Publicidade, um beneficio,para a Publicidade.



É falso que a retirada da publicidade da rtp seja má para os anunciantes e para os outros canais.
O Share de audiência da RTP dos dias de hoje, dividido pelos 2 ou três canais privados (inclui ja o novo) dará uma taxa a cobrar nos canais com publicidade na ordem dos 10% (a 3) ou 15% (a dois).
Este aumento de custo na comunicação generalizada, fará com que alguns anunciantes não consigam investir em televisão (dando alguma hipotese de sobrevivência a outros meios) e vejam assim diminuida a pressão publicitáriua actual (numero de anuncios em cada intervalo).
Basta estar atento para perceber que há já nos dias que correm anunciantes a emitir 2 ou mesmo 3 anuncios no mesmo intervalo, de forma a tentar ganhar um lugar na memória dos telespectadores.

E as agências reclamam dos três canais que operam hoje no mercado, mais espaço para publicitar, já que há filas de espera.
O Orçamento dos anunciantes raramente se altera em função dos custos dos mercados de paises tão pequenos como os nossos. Assim, basta até aumentar o custo GRP (a moeda de compra) para que haja menos pressão publicitária.
Aos anunciantes, quem de facto paga o apagão da RTP, fica um espaço mais desanuviado, proprio para permitir melhor recordação das suas mensagens.
Falta aos meios coragem e ás agências honestidade para tanto. As agências pressionam os meios de tal forma, que aquilo que dizem vender (Tecnicidade) se perde, porque quando se compra grp a preço fixo, dificilmente se saberá cumprir cobertura e frequência.

E sou parte interessada, assumidamente.
Mas o bom senso permite a quem lê estas linhas chegar lá.
Menos publicidade, mais cara, permite seguramente mais eficácia na sua recordação.
Tá dito!

sexta-feira, 28 de março de 2008

Vem aí o Melkia

Mais tarde ou mais cedo, numa nova esquina, perto de si, abre o Melkia Spirit.
Quase tudo novo. Menos as pessoas, o espirito e as tertúlias que aí se encontram.
Durante mais de um ano que fui testemunha viva, da corrente de solidariedade para com a familia Loja na travessia, longa e dura, deste deserto, cujas areias foram sendo atiradas por verdadeiros camelos, insensíveis e desprovidos de qualquer sentido humano, fruto da horrivel imagem que têm e com a qual terão, certamente, dificuldade em conviver. Gente (perdão) animais de sucesso vário, ofuscados por um poder abstracto, permitido pela corrupção de interesses, pela baixa formação dos nossos falsos servidores. (uma cÂmara que deve tanto dinheiro a cidadãos cumpridores não é sequer qualificavel, neste texto).
Mas, os crentes sabem que o juizo final será implacável. E eu ainda acredito que os filhos são quem melhor nos julga e castiga!

Adiante.
Com tanta manifestação de solidariedade, passou-me pela cabeça organizar então um, ou um conjunto, de jantares nos finais de sexta-feira, durante o mês de abertura.
Assim logo que se vislumbre uma data, aqui virei deixar o repto para esses jantares de amigos e conhecidos, em MElkia Spirit.

Para já faça o favor de opinar sobre esta ideia.

Assim como quem não quer a coisa, cá fica um mail: marcar.jantares@gmail.com


Abraço!

quinta-feira, 27 de março de 2008

O Tomas Foi tirar sangue e fazer RX

O filme esta no seu blog: AQUI

quarta-feira, 26 de março de 2008

Penalva do CAstelo ... em ruinas!

Já o disse, passei a páscoa em castendo.
Andei a pé, que me faz bem, e assim fui visitando amigos e familiares.
Frente ao centro de saude, perto de um lavadouro público, revi umas pedras antigas, muito antigas mesmo, de algum monumento ou construção que, honestamente não lembro.
Que será este patrimonio ali espalhado???
E voltei a ver que os velhos ansiãos da vila se continuam a reunir frente dos antigos passos do conselho, dando fumo para os rumores de que são eles quem manda na camara e no seu actual presidente.

O Tomas foi á feira e comprou umas sapatilhas. Passou o tempo todo a dizer, "olhem as minhas sapatilhas novas da Nike". Onde compraste? Na feira.
Mais uma geração de pessoas honestas na familia...e pobres.!!



E ai estao os V jogos desportivos do concelho.
Bem sei que é apenas uma subjectiva opinião, mas não seria possivel um cartaz menos primário. Garanto que não é uma questão de dinheiro, mas sim de mau gosto e limitação criativa.
Melhores dias virão!




E já agora cá fica a imagem: Não tinha visto nunca este intermarché tão cheio.

Lia Lia Lia Lia Lia Lia


Vi que a lia não nos vai deixar ler mais o seu Blog Público.
Tenho pena, porque ja estava dependente.
E não entendo, porque quem gosta de alguém, aceita tudo, bom ou mau, do seu comportamento.
Eu já dei um track no meu blog.
Já falei do reduzido tamanho do meu penis
Já falei do tamanh das maminhas que gosto
Já mostrei as minhas multas.
E até o meu intestino ja aqui esteve (Voltara em breve)

Por isso, Lia, Rapariga, não nos tornes Orfãos!

Já disse!

Logo agora que o Melkia está quase a reabrir e nos podiamos ver e tornar comentadores live!!!!!

O meu pópó.


Conduzia, nas calmas, quando olhei para o conta kilometros e vi...30.000km já rodados.
Imagem dos tempos de hoje...sem gasolina....xi!

A ASAE e os dias de Hoje.


Passei a Pascoa em Penalva do Castelo.
È notável o esforço em manter algumas tradições.
Folares, bolo doce e bolo ou pão de azeite fazem a azafama destes dias.
E o povo, religioso povo, reune-se para "bater" casa a casa, levando a boa nova e a cruz de Cristo para ser beijada.
Só na minha sala, eram cerca de 30 pessoas a beijar aquela cruz.
Confesso que imeginei a entrada do director da Asae de cigarro na boca, a boicotar esta iniciativa.
Para o ano é bem possivel que ja hajam cruzes descartáveis.
Deus nos abençoe!

quinta-feira, 20 de março de 2008

As datas os numeros e as recordações....


Hoje cheguei aos 10.000 visitantes do "Eu vi assim". Mais do que feliz, estou preocupado, pois o tempo é cada vez menor e a escrita torna-se menos responsável.

Ontem foi dia do pai, e foi também dia 19. O que é fantastico....lol.

PArto daqui a nada para a lareira de penalva onde vou passar um pascoa com sabor a Natal...

AH! Obrigado pelas inumeras reacções, todas emotivas, ao post da Global.

So long.

domingo, 16 de março de 2008

O LINK


Cá vai:

Este Link é para um blog de um desgraçado que comprou um tuareg! Vale a pena ver e divulgar.

Este Link é para o site do antónio que resolveu implementar uma ideia do caraças. Explicações em Telheiras, feitas á imagem do Marketing. Regista profs e alunos. Vale a Pena!
Mais tarde darei mais noticias.

Esta feito!

sexta-feira, 14 de março de 2008

O projecto Global Media!


Começou em 1998, ainda como bates, ou media da bates.
Terminou agora, antes ainda de fazer dez anos. E foi pena. Hoje tinha mais sentido ainda do que quando foi pensado e desenvolvido.
Pelo caminho ficou uma familia, cheia de emoções, mas carregada de razões.

Mas primeiro a história.

1. As duas portas.
A ideia começou por ser a de manter os clientes da agência que ja eram servidos com media, e abrir outra porta para a media pura, de serviço exclusivo a outros clientes.
Serviu de arranque e lembro e assinalo o primeiro grande cliente ganho nesta perspectiva, a JazzTel.

2. A Media Criativa
Fusões e confusões, gigantes e investimento.
A Bates andou de mão em mão e começou o confronto com estruturas que ja tinham media.
A capacidade de investir no nosso projecto era cada vez menor e então a visão teria de ser outra.
A via da criatividade era a mais capaz e tinha sido já testada.

3. A atitude.
A Global é uma agência para quem as pessoas contam. As remunerações aumentam em função da entrega das pessoas, mas também em função do lucro da operação.
Os clientes não são apenas media, são marketing. Precisamos de perceber os negócios dos clientes para saber, melhor, agir em termos de contacto com o mercadoe o consumidor

4. O Prémio
Por cá houve lugares a prémios. MAs de Cannes vem o Leão de Ouro.

5. O chuto!
Sem comentários!
MAs o negócio existe, faz sentido. A equipa está preparada e "vê" cada cliente como prova de desafio e criatividade.
A equipa é multidisciplinar.

6. O Fim!
A intervenção de individuos menos qualificados nesta visão faz acabar um projecto, justamente no momento em que quase todas as agências do mercado iniciam departamentos com esta abordagem e esta linguagem. Quando o mercado se vira para um comportamento á Global Media!

7. O pós.
Algumas agências, modernas, viradas para a frente souberam aproveitar bem a mão de obra entretanto disponível.


Fica a saudade e o reconhecimento aos companheiors de travessia.
OBRIGADO!

E as pessoas que por lá passaram (falta-me uma foto do Filipe)ficaram gravadas na memoria de cada um e de todos.

Claudia Lourenço
Ana Fonseca
Joao Carvalho
Tania Reis
Elsa Madeira
Mafalda Rosa
Catarina Figueiredo
Sara Mauricio
Paulo Santos

Há milhares de grandes momentos. Ficam aqui apenas alguns.





quarta-feira, 12 de março de 2008

Março mes de burros!

Mês de aniversario do presidente da republica.
Mês de aniversário da tomada de posse do governo.
Mês de aniversário do Parlamento Europeu.

Mês de muito trabalho e pouca disponibilidade.

Mês da pipa e da xitilina.

Mês das flores e da Primavera.

É um mês impar.

Pena os politicos estragarem a estatistica

quinta-feira, 6 de março de 2008

142 km/h na estrada da IKEA


Os senhores agentes da policia de segurança pública, estão, educadamente, escondidos nas bombas de gasolina da Galp, para não assustarem os senhores condutores.
Mais á frente, junto do continente da Amadora, mais senhores policias, estão no meio da estrada a bracejar para os malucos assassinos da estrada encostarem na paragem dos autocarros e serem identificados e multados. Estes senhores agentes provocam umas travagens bruscas, quase acidentes, umas filas malucas e obrigam os autocarros carregados de inocentes passageiros a esperar um pouco mais, mas é por uma boa razão e portanto não faz mal.
Eu, arguido mal feitor já paguei 120€ e possivelmente ainda me vão pedir a carta emprestada durante uns mesitos.

De qualquer forma não fiquem assustados. Estes senhores agentes são não fazem falta ao combate ao crescente crime violento em Lisboa, porque têm um ar calmo e apaziguador, mais próximo dos policias da ASAE. Não o comando não os mandaria caçar assassinos de estrada se houvesse forma de os colocar á caça de assassinos de pessoas.
Garanto porque eu vi!

NOTA: A fota é de um novo tipo de radar....sem comentários!

quarta-feira, 5 de março de 2008

O gato da Minha Mãe!!

É uma história verdadeira. A leitura é que pode variar.
A minha mãe esteve uns dias em Lisboa e no Algarve, e o seu gato desapareceu lá de casa (onde havia gente).
Regressou e, passado uns dias, foi internada com um enfarte.
Na Quinta Feira (28) regressou a casa, com alta.
Na sexta feira (29) de manhã, o gto apareceu no lado de fora do seu quarto, miando.
Abriram-lhe a porta, e o bicho foi de imediato ronronar e "esfregar-se" na minha mãe.
Passou o dia inteiro perto dela.
Ao fim do dia, a minha mãe sentiu-se mal, com falta de ar, e chamaram uma ambulância para a levar ao Hospital. Foi perto das 20horas. O Gato, passou este período em que a minha mãe esperava por auxilio a "gritar" (tipo gato com cio).
Ao descer as escadas, a minha mãe teve um ataque. Nesse momento o gato calou-se.
Uma hora depois soubemos, do hospital, que a minha mãe tinha falecido.
Não mais se viu o gato!!!

VAle o que vale!!!!!

domingo, 2 de março de 2008

Pipa




Há sempre outros motivos que equilibram a vida!
Ás tristezas sobrepõem-se, por vezes, algumas alegrias.

A Pipa, desde os seus tenros 2 ou 3 anos, que é, assumidissimamente a "minha" sobrinha preferida.
Há medida que foi crescendo foi-se tornando numa mulher muito bonita, mas sobretudo numa pessoa ainda melhor.
Será seguramente uma excelente enfermeira, mas hoje, aos 24 anos, é o meu palhacinho, a minha princesa.
Sempre que tenho um problema familiar, ou mesmo uma perda, remeto as monhas emoções para esta parte da familia que se tornou na mais importante da minha vida.
Amo esta senhora. Parabéns Pipa!

sábado, 1 de março de 2008

Mãe Anita........


Possivelmente 1968 ou 69

Vila Nova de Gaia em 1968

Fátima finais dos anos 70

Fátima ha dois ou tres anos.


Expressiva ha dois ou tres anos!

Quando eu morrer batam em latas,
Rompam aos saltos e aos pinotes,
Façam estalar no ar chicotes,
Chamem palhaços e acrobatas!

Que o meu caixão vá sobre um burro
Ajaezado à andaluza...
A um morto nada se recusa
E eu quero por força ir de burro!

Nasceu na Granja do Ulmeiro a 2 de Dezembro de 1927.
Faleceu a 29 de Fevereiro de 2008 ás 21h e 30 de paragem respiratória.

Não sei sequer que dizer.
Lembro-me agora de a ter ao meu lado aos 4 anos quando fui operado e me retiraram as amigdalas.
Lembro antes de a sentir aos 3 anos a correr comigo para a clinica onde fui cosido a um corte no sobrolho quando cai do triciclo.
Lembro-me de a visitar no hospital diversas vezes, também.
Revejo-a na minha cabeceira, adolescente embriagado, pensando em morrer, apoiando a minha cabeça enquanto vomitava.

Lembro dramas e alegrias.
Lembro-me da forma como sempre a critiquei por ser benevolente em relaçao ao mundo que a rodeava...não vendo que isso não era mais que a bondade e o espirito de serviço que sempre destinou aos que amava.

Espero lembrar sempre! Hoje não posso lembrar mais....